Segurança para obras

Dicas de segurança para obras

As leis trabalhistas no Brasil estabelecem que a segurança do operário é uma obrigação exclusiva do empregador. De forma, se bem o criado tenha se negligente, repetidamente, a justiça condena empresa por ela não ter fiscalizado suficientemente a obra e também o uso do EPI. Quer saber mais sobre segurança de obre, acesse https://drywallgessobh.com.br/

Desta maneira, todo zelo é pouco. Os litígios de acidente do trabalho geram multas bastante altas, além de reparações de dano bastante custosas. Por consequência, daremos 4 dicas essenciais de segurança no canteiro de obras, confira:

1- Organize muito o lugar

Você já parou para imaginar que a falta de organização é possível que ser um dos elementos cruciais para atrair acidentes em suas obras? Citando caso análogo, se o empilhamento de vigas, madeiras e também outros materiais estiver sendo fato de nenhum gênero de modo, provavelmente, um dia, eles vão poder desabar em cima de seus funcionários.

Ou portanto, na falta de hábitos de organização, seus funcionários não terão onde soltar sobras e também materiais comprometidos. Eles vão poder permanecer dispersos pela obra e também alguém poderá suportar uma queda mas grave.

Portanto, siga o seguinte mantra da organização: ter um lugar essencial para tudo e também vigilar constantemente nos mesmos lugares.

 

2- Faça sinalizações de segurança no canteiro de obras

Fazer sinalizações é bastante essencial e também, em pequeno número de casos, é obrigatório. Então, em uma vigilância, sua obra nunca será multada ou interditada caso não sinalize poucos riscos. Apesar disso, há outro paisagem essencial das sinalizações: elas aumentam o alerta de seus funcionários. Entrando em contato repetidamente com avisos de desvelo, eles vão automatizar os cuidados.

Deve ter sinalizações para locais com risco de queda de objetos, possibilidade de quedas humanas, etc. Outra extensa razão para sinalizar ocorrerá nos litígios trabalhistas, porque um criado é possível que alegar um acidente de trabalho, enquanto você cumpriu todas e cada uma das determinações legais, também a sinalização.

3- Fiscalize os objetos, materiais e também equipamentos mas perigosos

Determinados tipos de materiais como substâncias corrosivas, equipamentos complexos e também objetos perfurocortantes devem ser manipulados apenas por pessoas treinadas.

Por consequência, é forçoso que você restrinja o entrada a eles. Simplesmente poucos poucos funcionários autorizados vão poder pegá-los no estoque e também deverão incessantemente registrar o uso. Se sua obra reunir um gerente encarregado ou, até mesmo, você, administrador, deve revistar se esse operário está utilizando os EPIs necessários.

 

4- Invista em sistemas de monitoramento

Nos dias de hoje, a ciência nos aquiesce um progresso significativo na administração da segurança na obra. Conforme já dissemos, você deverá sustentar o controle de determinados materiais e também seu operário poderá amodernar você em tempo real com um aplicativo em um smartphone ou tablet com armazenamento em nuvem, a título de exemplo.

Aliás, você é possível que instalar câmeras e também outros equipamentos de monitoramento recôndito para conferir tudo o que está ocorrendo na obra sem precisar trespassar do seu escritório. Você também é possível que contratar um serviço de geolocalização de equipamentos. Enfim, as posses são inúmeras.

Por fim, você é completamente responsáveis por quase tudo o que ocorre dentro da sua obra. Portanto, não é bom se descurar. O investimento é necessário, porém este, certamente, é muito menos custoso do que um sazonal litígio trabalhista ou alguma multa. No blog Drywall Gesso Bh detalha como funciona mais coisa sobre a obras e também outros temas, veja a seguir https://drywallgessobh.com.br/servicos-2/

5- Zelar pelo bem-estar do trabalhador.

Juntamente com os perigos que os trabalhadores enfrentam no local de trabalho, outros perigos surgiram como problemas sérios na indústria da construção. Um estudo de 2015 dos Centros de Controle de Doenças dos EUA descobriu que as indústrias de construção e escavação tiveram a maior taxa de suicídio entre os homens de todos os principais grupos ocupacionais. Além disso, um estudo de 2018 do Instituto de Política Econômica do Centro-Oeste descobriu que quase 15% dos trabalhadores da construção civil sofrem de abuso de substâncias.

Proteger a segurança e a saúde dos trabalhadores da construção vai além de mitigar os riscos no local de trabalho. Medidas como programas de assistência aos funcionários fornecem um fórum confidencial para os trabalhadores discutirem questões pessoais, como abuso de substâncias ou depressão, para que possam obter a ajuda de que precisam.

 

6- Entenda o projeto.

Ao realizar qualquer projeto, todos os envolvidos precisam de uma compreensão abrangente do trabalho a ser executado, quaisquer requisitos que o trabalho deve atender e quem é responsável por quais tarefas. Isso ganha importância acrescida na indústria da construção, uma vez que muitos locais têm empreiteiros de vários empregadores trabalhando lado a lado e, muitas vezes, dezenas de trabalhadores realizando diferentes tarefas por vários períodos de tempo.

Dadas essas circunstâncias, empreiteiros, gerentes de projeto e profissionais de segurança precisam estar cientes de quaisquer requisitos regulatórios que regem o trabalho que está sendo executado. Eles também devem entender a variedade de diferentes grupos em seu local de trabalho em um determinado momento (por exemplo, eletricistas, metalúrgicos, encanadores, pintores) e o que se espera deles em termos de segurança do projeto.

“Os empreiteiros devem estar cientes dos riscos de segurança e saúde associados ao trabalho que executarão ou gerenciarão”, diz Lindgren. “Eles também devem ser diligentes na identificação de requisitos específicos do local, estar cientes e entender as várias autoridades com jurisdição e realizar o trabalho não apenas para tentar atender aos padrões da OSHA, mas para aderir a uma abordagem de melhores práticas”.

Fonte de Reprodução: Getty Imagens

7- Deveres do empregador

Os empregadores têm o dever de garantir a segurança, saúde e bem-estar dos funcionários no trabalho, na medida do razoavelmente praticável. Para evitar lesões e problemas de saúde no local de trabalho, o empregador deve tomar certas medidas. Esses incluem:

  • Fornecer e manter um local de trabalho seguro que use instalações e equipamentos seguros
  • Prevenir riscos de funcionários que utilizam qualquer artigo ou substância, e de exposição a agentes físicos, ruídos e vibrações
  • Prevenir qualquer conduta ou comportamento impróprio que possa colocar em risco a segurança, a saúde e o bem-estar dos funcionários
  • Fornecer instrução e treinamento aos funcionários sobre saúde e segurança
  • Fornecer roupas e equipamentos de proteção aos funcionários
  • Nomear uma pessoa competente como responsável pela segurança da organização

8- Deveres dos funcionários

Os deveres dos funcionários durante o trabalho incluem:

  • Tomar os devidos cuidados para proteger a saúde e a segurança de si mesmos e de outras pessoas no local de trabalho
  • Não se envolver em comportamento impróprio que colocará em risco a si mesmo ou a outros
  • Não estar sob a influência de bebida ou drogas no local de trabalho
  • Submeta-se a qualquer avaliação médica ou outra avaliação razoável, se solicitado pelo empregador
  • Comunicar quaisquer defeitos no equipamento ou no local de trabalho que possam ser um perigo para a saúde e segurança

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Obra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *