FORTALEZA

praia hotel

Como montar cesta básica? Aprenda aqui!

Alternativa ideal para quem busca resgatar ou ajudar famílias carentes, a cesta básica ganhou lugar de destaque na mesa de muitos brasileiros.

Por sua importância, saber montar uma cesta básica é fundamental para a obtenção dos produtos necessários e adequados para a alimentação. Por isso, não basta escolher qualquer tipo de mantimento na gôndola do supermercado se a intenção é ajudar ou economizar: é preciso estar atento aos Itens da cesta básica, escolher com qualidade.

Para obtê-los, existem alternativas que podem oferecer diversas vantagens, tais como: B. a compra de cestas por meio de empresas especializadas que oferecem todo o suporte necessário durante a montagem e entrega.

Fonte de reprodução: Getty imagens

O que deve ser considerado no momento de montar uma cesta básica

É importante notar que cada região determina os alimentos específicos que podem compor uma cesta básica. Além do arroz e feijão tradicionais, outras coisas fazem parte da dieta básica de uma família. Veja mais abaixo!

Alimentos essenciais

Descrevemos a seguir os produtos que não devem faltar em sua cesta básica e que são, portanto, os principais elementos de toda cesta de compras:

  • arroz;
  • feijão;
  • óleo;
  • sal;
  • açúcar;
  • café;
  • molho de tomate;
  • macarrão espaguete ou parafuso;
  • sardinha/atum;
  • salsicha/charque;
  • milho/ervilha ou seleta de legumes;
  • farinha de trigo/mandioca;
  • biscoito doce ou salgado;
  • pão de forma;
  • manteiga;
  • banana;
  • leite em pó.
Fonte de reprodução: Getty imagens

Regiões dos produtos

Assim como a cultura do país, a cesta básica varia de região para região. Isso ocorre porque os hábitos alimentares das pessoas são influenciados por comportamentos regionais. É comum os moradores comerem mais farinha em alguns lugares, enquanto o leite é indispensável em outros.

Por isso, ao decidir construir uma cesta básica, você deve analisar os hábitos alimentares de quem a recebe. Investir em mais dos produtos mais amplamente consumidos às custas daqueles que não são sustentados pela população local.

Orçamento disponível

A cesta básica pode ser uma garantia de abastecimento de uma família. Por este motivo, a montagem deve ser realizada com higiene e cuidado. No entanto, você não precisa gastar muito dinheiro para investir em produtos de qualidade.

Para fazer isso, você precisa fazer um orçamento e definir o valor máximo que pode comprar para mantimentos. Lembre-se de que o valor investido afetará o tamanho da cesta de alimentos, que pode não atender às necessidades de famílias numerosas.

Se você pretende gastar até R $ 50,00, considere escolher produtos para necessidades extremas como: Pacote de arroz branco tipo 1, feijão carioca e macarrão espaguete, pacote de açúcar e sal, duas latas de atum, uma lata de leite em pó, um óleo e um pacote de biscoitos diversos Você investe cerca de R $ 100,00. Isso significa que atende famílias maiores, pois é composto por quatro embalagens de arroz, feijão e macarrão e duas embalagens de açúcar e sal. Adicione pacotes de café, farinha, margarina, fubá, entre outros.

Fonte de reprodução: Getty imagens

Necessidades dos colaboradores

É preciso montar as cestas básicas individualmente, levando em consideração as necessidades dos funcionários. Portanto, em vez de comprar uma cesta pronta, escolha os produtos e as quantidades essenciais. Nesse caso, vale a pena conversar com a equipe para saber quais alimentos são essenciais para sua dieta e a de sua família, para preenchê-los corretamente e para priorizar o grupo de alimentos mais utilizado.

 Fonte: https://www.r7.com