FORTALEZA

praia hotel

Equipamentos para fazer aulas online: quais utilizar

Para conseguir fazer uma aula online, você precisa de alguns equipamentos básicos.

  1. Microfone 
  2. Notebook 
  3. Câmera ou webcam

Às vezes, tendo apenas a notebook, você já consegue remeter sua aula online, já que esses aparelhos vêm com webcam e microfone acoplados. ainda é possível dar aulas online através do smartphone, ou seja, do sua celular. Porém, você poderá ter dificuldades para explorar todos as ajudas que a internet tem a lhe doar, como transmitir slides e vídeos. Escolhendo os equipamentos adequados, a qualidade da sua radiocomunicação tende a ser o melhor possível.

Google Classroom

O Google Classroom, também como Google Sala de aula, é uma ferramenta que da para gerenciar conteúdos que são na sala de aula. Como o próprio nome já diz: “sala de em inglês.”

Há duas desta ferramenta: gratuita e em ambas, é necessário ter uma conta na, tanto para professores e para alunos. A plataforma é paga e geralmente pela instituição e a é dado pela institucional. Mesmo na versão gratuita, o Google parece atender dentro da plataforma e igual há uma sala de aula, entro de cada sala você pode postar avisos, responder a de alunos, atribuir com e sem, realizar a correção e as notas de cada aluno individualmente.

Google Meet

O Google Meet também é uma plataforma da Google e em breve estará integrada ao Google Classroom, como mencionei no remédio anterior.

Muito usado por empresas para reuniões a arranca ou videoconferências, é uma opção para transmissão ao vivo. Acessando sua conta Google, você consegue criar uma sala no Google Meet e convidar indivíduos através do link concebido. Neste caso, não é definido que os alunos tenham conta no Google apenas quem irá criar a sala. Há ferramentas que podem ajudar na transmissão ao vivo, como: alterar o layout (é a forma como você verá as demais participantes na tela), gravação, ativar legendas, ouvir o áudio pelo smartphone e compartilhar a tela do seu computador, com os demais espectadores da sua aula. assim, tudo que você este vendo, eles também conseguirão visualizar. Uma dica é indicar que os alunos permaneçam com o microfone desligado, assim não há desmando de ruídos desnecessários durante a transmissão. Importante afigurar-se que os equipamentos de quem irá insuflar a aula devem ser de boa condição, assim a transmissão andará perfeitamente.

Diferentemente do Google Classroom, o Google Meet consiste apenas no espaço potencial de videoconferência. Ele não aprova criar o ambiente de “sala virtual”, atribuindo deveres e anotações aos alunos.

Microsoft Teams

Outra opção interessante é a Microsoft Teams. É uma proposição muito parecida com a do Google Classroom, porém a videoconferência se dá dentro da própria plataforma e há possibilidade de prova teste com lugar limite.

O acesso se do tanto pelo computador, quanto pelo smartphone. É só baixar o aplicativo, que está disponível para Android e iOS. a versão gratuita contempla as ferramentas essenciais, que atendem assaz as demandas de sala de aula: videoconferência, chat com a pessoal, armazenamento de arquivos gentes e da equipe. Porém, não há possibilidade de epígrafe da aula ou agendamento, dentro do pacote gratuito. Um fator interessante é que o pacote Office (Excel, Power Point, Word) que nós já conhecemos, está integrado a ferramenta. O aluno pode desenvolver as atividades com as formatações destes programas e enviá-las ao professor. Vale ressaltar que para a criação da conta na seção educacional, é preciso que a e-mail seja institucional. Isto é, com a sua instituição.

Tente adaptar, sempre que possível, os atividades feitas presencialmente em sala de aula para o ambiente virtual. Passe atividades, interpretações, recomende a produção de resumos e resenhas. Tudo para acoroçoar a produção de conhecimento dos seus alunos.

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/